Francisco Marques Poeta
Prosas & Poesias (Ensaios, Frases, Trovas, Sonetos, Acrósticos e Algo Mais)
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato
Textos

 

A Flor do Amor


Seria aquela simples deste amor perfeito
a flor que, se eu pudesse, agora te daria.
Amor que já não cessa de crescer no peito
derrama-se nos versos desta poesia.
 
Quisera que esse amor tão líquido e puro
fosse molhar teu rosto em um chorar feliz.
Por causa que te amo e no amor perduro
até mesmo um soneto para ti eu já fiz.
 
Sonhei ver um luzeiro em teu rosto belo,
pois vim oferecer-te o meu grande amor,
porém, em tua face, eu vi tudo amarelo.
 
Matou-me teu descaso, como pude vê-lo.
Na vida, sem perfume e sem nenhuma cor,
a flor do amor também morreu sem zelo.

 

 
 
 Anterior | Próximo 
 
 
Francisco Marques Poeta
Enviado por Francisco Marques Poeta em 11/09/2019
Alterado em 18/09/2019
Comentários