Francisco Marques Poeta
Prosas & Poesias (Ensaios, Trovas, Sonetos, Acrósticos e Algo Mais)
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos


Merecimento
 

Como são belos, de perfeita forma!
Não só meus olhos que te veem assim.
De não poder o teu olhar pra mim,
em mim, a alma já não se conforma.
 
Mas, apesar dessa distância fria
que faz meu verso já não ter efeito,
em ti, que sempre é tudo tão perfeito,
merecimento faz dessa poesia.
 
Quanto dissesse, na mais linda cor,
que são teus olhos o meu benquerer
seriam só rimas de amor e amar.
 
Mas com palavras não posso compor,
pois um soneto não vai descrever
quanta beleza existe em teu olhar.

 

 Anterior | Próximo 
Francisco Marques Poeta
Enviado por Francisco Marques Poeta em 14/09/2019
Alterado em 19/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários